Blog WebShare

Saiba tudo o que está acontecendo no mundo da tecnologia e do Marketing Digital

Descomplicando o algoritmo Google: O que é o Google E-A-T e qual é a sua importância?

Mayara Maia
Redatora

15 DE outubro DE 2021
tempo de
leitura:
7min

Não se engane! Quando falamos em EAT não estamos nos referindo à comida! E sim, às estratégias de ranqueamento do Google. Por isso, confira agora o início da nossa série sobre “Descomplicando o algoritmo Google” que fala sobre a sigla E-A-T e a sua importância para o mundo dos negócios.

Sumário:

Descomplicando o algoritmo Google

Mãos mexem em materiais tecnológicos

Quer deixar sua empresa no topo das buscas de pesquisa na plataforma do Google?

Então, acompanhe a nossa série completa sobre termos técnicos do algoritmo do Google e descubra como conquistar a autoridade do seu negócio na internet do jeito certo.

Hoje, vamos entender o que é a sigla E-A-T e o que ela avalia nos sites para ranquear nos primeiros resultados de busca.

O que é o Gloogle E-A-T?

Homem sorri para imagem da série Descomplicando o algoritmo Google

Para manter seu título de Gigante das buscas, o Google vive se atualizando para entregar em suas pesquisas os sites com a melhor experiência aos usuários.

Nesse sentido, surgiu o Google EAT, mais uma atualização do algoritmo do Google que aconteceu em 2018, almejando evitar e combater conteúdos negativos, duvidosos e de baixa qualidade na internet.

Logo, ele se tornou um polo importante para as estratégias de SEO a partir da avaliação de 3 aspectos sobre os conteúdos das páginas:

  • E – Expertise (especialização)

  • A – Authority (autoridade)

  • T – Trust (confiança)

As letras da sigla E-A-T significam E de  “Expertise” (especialização), A de Authority (autoridade) e T de Trust (confiabilidade) dos conteúdos de uma página de site.

Leia mais e saiba como utilizar as funções do E-A-T para o sucesso da sua empresa.

Qual é a importância do EAT para os seus negócios?

O surgimento do EAT tem exigido dos criadores de conteúdo a oferta de produções online com qualidade e aprofundamento, desenvolvidas com informações verdadeiras e fontes confiáveis.

Essas exigências trazem para os sites que as seguem maior alcance de usuários do Google, melhor reputação para a marca e crescimento na fidelização dos clientes.

Logo, ao otimizar suas páginas para o algoritmo, seus negócios também alcançam melhores receitas de monetização. 

Como o EAT funciona?

Tabela do Google EAT

O EAT avalia na prática:

  • O nível de especialização dos SEO, redatores, designers e de todos os outros profissionais que atuam na qualidade do conteúdo de uma página de site.

 

  • O nível de relevância atual do conteúdo apresentado em uma página. Uma boa experiência do usuário e um bom número de backlinks revelam o grau desse nível pelo tempo que o usuário permanece nela, pela quantidade de cliques nas ações oferecidas pela marca e pela chegada de leitores através de fontes externas.

 

  • O nível de segurança durante o acesso e a navegação em um site. Por exemplo, links quebrados, erros gramaticais e design deslocado do conteúdo apontam para o EAT que o site deve ficar fora do alcance dos usuários.

4 dicas para alcançar boa avaliação EAT

A leitura até aqui já deve ter te revelado que ter uma página identificada com alta qualidade é sinônimo de um domínio de site com alto nível de EAT. Conheça agora 4 dicas para elevar ou manter seu bom nível de avaliação do algoritmo:

1.Identifique seus especialistas

Trazer informações básicas sobre quem produz os conteúdos do seu site permite ao leitor o conhecimento sobre estes profissionais e assim, o alcance de confiança dos usuários sobre as informações disponíveis. 

Por isso, o EAT do Google avalia os autores e valoriza conteúdos que mencionam seus redatores que são especialistas nos assuntos.

2.Seja confiável e use fontes seguras

Tempo só é dinheiro no mundo digital se for acompanhado com investimento em pesquisa. Fake news sujam a imagem da sua marca e coloca seu progresso no final da fila do Google.

Ofereça credibilidade ao usar fontes confiáveis e textos embasados com evidências científicas ou notícias comprovadas.

3.Trabalhe para falarem bem do seu trabalho

Ofereça canais de comunicação para comentários e sugestões. Deixe seus usuários visitantes avaliarem suas produções. 

O EAT fica de olho nas boas reputações das marcas e nas avaliações dadas por clientes das empresas.

4.Cadê você? Esteja presente!

Quem não é visto, não é lembrado” é uma frase muito conhecida por quem trabalha com marketing digital.

Afinal, é importante estar presente para que seus clientes encontre seus produtos e serviços e as relações de boas experiências e vendas aconteçam.

Por isso, para além de um site bem estruturado, com conteúdos de qualidade desde a criação dos títulos, preenchidos de fontes confiáveis, também mantenha uma atualização de conteúdos. 

O algoritmo Google gosta de conteúdos novos, originais, antigos revisitados e atualizados Isso tudo traz uma compreensão de que sua marca está preocupada com a qualidade da informação que sua empresa oferece. 

Desenvolver práticas que atendam as propostas do algoritmo é colocar seu trabalho na cara dos seus possíveis clientes e dos seus fiéis consumidores.

Portanto, invista em profissionais que entendam de marketing digital e trabalhe oferecendo conteúdos interessantes, atualizados e com padrão de confiança.

E aí? Gosto da série “Descomplicando o algoritmo Google”? Quer descobrir mais dicas sobre como descomplicar sua performance junto à plataforma?

Continue acompanhando nossas produções em nosso blog ou então fale com um dos nossos especialistas e otimize seus negócios online. 

Assine nossa newsletter!

Acompanhe nossos conteúdos semanalmente.

News

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Desmistifique o marquetês em nosso Glossário

Procurando uma luz no fim do túnel para aqueles termos do marketing que são realmente difíceis de compreender?
Ir para o Glossário