Glossário WebShare

Ajudamos você a desmistificar o marquetês!

Glossário

O que é algoritmo?

O que é algoritmo? – Glossário WebShare

O algoritmo nada mais é do que uma sequência de tarefas a serem executadas com ordenamento e finalização predefinidos. Ou seja, tem início, meio e fim. Esses processos podem ser realizados por um programa de computador, qualquer outro dispositivo e, até mesmo, por seres humanos.

  • Uma receita culinária;
  • Um manual de instruções;
  • Uma página da Web.

Parando para analisar, pense: todos esses exemplos dependem de dados organizados em um curso lógico, para atingirem os resultados desejados. É bem possível que você consiga lembrar de outras referências do dia a dia que sigam esse mesmo padrão.

 

POIS É, O ALGORITMO NÃO FOI INVENTADO PELO UNIVERSO DIGITAL

O conceito de algoritmo data de séculos e mais séculos atrás, atribuído a matemáticos gregos que criaram a Peneira de Eratóstenes e o algoritmo de Euclides.

Aliás, a primeira “programadora” da história – sim, uma mulher – é Ada Lovelace, matemática e escritora inglesa. No século XIX, ela criou uma série de passos para concretizar um cálculo matemático em uma máquina – os números de Bernoulli.

 

A popularização da palavra “algoritmo”

Não há quem ache fácil, à primeira vista, a linguagem de códigos utilizada pelos programadores. Sendo assim, nem vamos chegar tão longe nesse assunto. A intenção neste artigo é esclarecer a você o que é algoritmo e, indo além, por que ele é tão importante para a sobrevivência online.

 

Vejamos os contextos!

PARA AS CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO

Em ciências da computação, se corretamente aplicado, o algoritmo significará uma sucessão de ações que visam resolver um problema. São comandos escritos nos mínimos detalhes, passo a passo, para que uma máquina opere.

 

Exemplo:

 

Imagine que você tem à sua frente um robô. Em síntese, ele não terá nenhum tipo de comportamento e precisa de instruções para andar, abrir uma porta ou segurar um objeto.

Quanto mais informações são fornecidas e atualizadas, mais completa, útil e produtiva será sua relação com ele.

Tais dados, com diversas variáveis e mudanças de caminho consideradas, podem ser manipulados para, cada vez mais, andarem em direção à automação, Machine Learning e, por conseguinte, à Inteligência Artificial.

PARA O MARKETING DIGITAL

Com o advento da internet, o significado de algoritmo passou a tomar outras formas, tão importante para a linguagem da tecnologia da informação quanto para o trabalho dos profissionais de marketing.

No ambiente digital, vive-se em função dessas engrenagens, e a meta é sempre deixá-las “contentes”. São elas que decidem para quem, quando e por que o nosso conteúdo, produto ou serviço deve ser sugerido.

O trabalho aqui é entender, dentro do objetivo de cada estratégia, como cada plataforma e rede social constrói a sua linguagem de dados. A partir daqui, não importa se você quer vender, engajar público ou tornar uma marca autoridade sólida na internet, capte as regras e obedeça sem questioná-las.

A função do algoritmo nas redes sociais

Bem, cada rede social tem as próprias instruções para seu algoritmo. Quer ver?

 

Facebook

Baseados no padrão de comportamento de cada usuário, personalizadamente, o algoritmo do Facebook categoriza e define quais post aparecerão em seu feed de notícias. A proposta é apresentar relevância, considerando a individualidade dos perfis.

É um algoritmo praticamente indecifrável, pois leva em conta centenas de milhares de fatores, alguns mais comuns como potencial de engajamento, autenticidade da publicação e o tempo de relacionamento com a postagem.

Mas não se engane: assim como todos os demais que você verá hoje, o algoritmo do Facebook está em constante processo de mutação.

 

Instagram

Das inúmeras características deste algoritmo, podemos destacar que ele leva em consideração a temporalidade das publicações, o engajamento total do post, o comportamento de busca e o tempo de consumo da publicação.

Além do feed, a chave-mestra da atualidade no instagram são os “Stories”. Aqui, nós já sabemos que além de priorizar atualizações recentes, também mostra prioritariamente aquelas contas com as quais o usuário tem maior relacionamento.

 

Twitter

Com forte predominância do agente cronológico, o Twitter não é completamente controlado por seu algoritmo. E para o formato da rede social, esse aspecto faz total sentido.

Um pouco mais simplificadas, suas instruções levam em conta as ações dos usuários na plataforma, mas também analisa o engajamento.

Funciona mais ou menos assim: ao entrar, o usuário recebe informações sobre os tweets ranqueados. Depois aparece uma sequência denominada “caso você tenha perdido”, o que, como é de se imaginar pela referência, mostra postagens mais antigas mas que a rede considera importante que você veja. O que não é mistério para ninguém é a seção de Timeline do Twitter, onde as postagens em ordem cronológica reversa aparecem.

 

Youtube

Essa é a segunda plataforma em maior número de buscas da internet. Como você vai ficar de fora dela? A qualidade e relevância dos conteúdos são medidos pelo tempo médio de visualizações. Ou seja, faça tudo com muita qualidade, autenticidade e carinho. Desta forma você engaja seu público, ganha muitos seguidores e uma audiência cativa.

O algoritmo e os mecanismos de busca

Vamos falar um pouquinho, especificamente, sobre Google. A Gigante está sempre dando trabalho aos profissionais, pelas constantes mudanças que promove na forma de ranquear e “outras cositas más”. Não é para menos que essa é a plataforma campeã de “searchs”.

Vish, esse algoritmo considera a qualidade e autenticidade dos conteúdos, experiência dos usuários na página, palavras-chave, linguagem natural, autoridade de domínio, link building qualificado, local SEO, otimização onpage, performance do site, responsividade (mobile first e mobile friendly), capacidade de adaptação para a voice search, entre milhares de outras variáveis.

Qual é o objetivo? Rastrear e entregar a melhor e mais ágil resposta aos pesquisadores de plantão.

 

Fazendo um SEO que agrade ao Google

Agora que você aprendeu o que é algoritmo e a importância dele para um bom posicionamento online da uma marca, percebeu que está na hora de implementar o SEO em sua estratégia, não é mesmo!? A conclusão é que você quer agradar ao Google e aparecer no topo da página de resultados (SERP), certo!?

Nós temos uma notícia para você! A WebShare é a agência parceira que vai lhe ajudar a tornar a ascensão ao topo possível. Quer saber como!? Entre em contato com um de nossos especialistas!

Aprofunde seus conhecimentos em estratégias de marketing digital

Nossos especialistas irão deixar você por dentro do que há de mais recente no vasto mundo da tecnologia e do marketing digital.

Ir para o Blog

Assine nossa newsletter!

Acompanhe nossos conteúdos semanalmente.

News

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.