fbpx

Remarketing: Entenda a importância dessa estratégia e aumente as suas vendas

Remarketing
camila-autora-blog

Camila Foragi
Redatora

24 de Ago. de 2020

Atualmente, existem diversas ferramentas que apoiam os processos de atração, conversão e relacionamento de uma empresa com o seu consumidor. Uma delas é o remarketing, tema deste post.

A expansão da internet e a presença cada vez mais significativa da tecnologia na vida das pessoas fizeram com que a jornada de compra do consumidor se tornasse muito diferente do que era há alguns anos. As pessoas estão bem mais ativas e independentes, navegando em seus sites preferidos, seja no computador, seja no smartphone, e assim realizando pesquisas e intenções de compra a todo tempo, a partir de qualquer lugar.

O cenário de transformações motivou o desenvolvimento de ideias, recursos e metodologias novos para auxiliar as buscas dos usuários. Em decorrência disso, as empresas estão cada vez mais envolvidas em desbravar essas novidades para encarar o desafio de desenhar o caminho do sucesso e vencer a concorrência.

Pensando nisso, preparamos este conteúdo, para que você compreenda a relevância do remarketing e aplique em seu negócio. Boa leitura!

Sumário:

  • Remarketing: Entenda a importância dessa estratégia e aumente as suas vendas
  • O que é e como funciona o Remarketing?
  • Que vantagens o Remarketing oferece?
  • Remarketing: Como funciona?
  • Tipos de Remarketing
  • Mas, afinal, como fazer uma campanha de remarketing de sucesso?

O que é e como funciona o Remarketing?

O remarketing nada mais é do que um recurso para mostrar propagandas e anúncios dos seus produtos com maior frequência para quem visitou o seu site.

Dessa forma, podemos dizer que o funcionamento do remarketing é muito simples: toda vez que alguém visitar o seu site, o computador do visitante será marcado com um cookie que passará a rastrear os demais sites visitados na sequência.

Então, se esses sites fizerem parte da rede de displays do Google, anúncios personalizados da sua empresa serão exibidos para esse visitante. O remarketing também pode ser utilizado em redes sociais, como o Facebook e o Twitter, por exemplo.

Que vantagens o Remarketing oferece?

O principal objetivo do Remarketing é aumentar as conversões. Ele faz isso partindo de um pressuposto simples: raramente o consumidor faz a compra logo na primeira pesquisa.

De acordo com um pesquisa realizada pelo Google Adwords, apenas 3% dos visitantes de um e-commerce fazem essa conversão imediata. Esse número pode ser ainda menor quando falamos de vendas complexas, como aquelas que exigem a solicitação de um orçamento.

E qual o papel do Remarketing nisso tudo? Ele permite que o seu consumidor tenha um contato mais íntimo com a marca através de mensagens personalizadas em seu inbox.

Assim, o visitante vai relembrar da sua oferta, continuar ponderando a compra e vai ser cada vez mais “convencido” de que vale a pena fechar o negócio. 

Ainda não consegue visualizar os benefícios dessa estratégia? Confira alguns dados que selecionamos do relatório de personalização de Marketing da AgilOne:

  • 58% das pessoas gostam de receber e-mails notificando que os produtos que elas visitaram no site entraram em liquidação;
  • 51% afirmaram gostar de emails personalizados e de tratamento VIP;
  • 41% dos adultos entre 25 e 34 anos apreciam os e-mails sobre abandono de carrinho de compra.

Remarketing: Como funciona?

Uma campanha de remarketing funciona da seguinte maneira: Vamos supor que uma pessoa está procurando por um celular no Google — ela digita o nome, a cor e o modelo e clica em um anúncio na página de resultado da pesquisa.

Ao entrar no site escolhido, um cookie (que é um mecanismo de identificação de usuários) é armazenado no seu navegador, possibilitando que o Google acompanhe e identifique o usuário posteriormente.

Desse modo, quando o usuário entrar em outro site ou rede social, anúncios do site da loja de celular podem aparecer para ele.

Utilizando o remarketing, é possível que a pessoa seja impactada por novos anúncios durante um bom tempo, para que possa finalmente tomar a decisão de compra. No geral, o período de remarketing é de aproximadamente 30 dias, mas, dependendo da ferramenta utilizada, pode variar para mais ou para menos.

Tipos de Remarketing

Agora, vamos falar um pouco mais sobre dois dos principais tipos de remarketing que podem ser utilizados para converter leads: mídia paga e e-mail marketing.

Mídia paga

A primeira maneira de fazer remarketing é utilizando ferramentas de mídia paga para direcionar anúncios diversos aos usuários que entraram no site e, por algum motivo, não finalizaram o pedido. Nesse caso, podemos dizer que é possível identificar quais deles têm um grande potencial de compra.

É importante destacar também que a frequência de anúncios é bem maior do que uma simples campanha de ads, como estamos acostumados, mas algo que ajuda com que a taxa de conversão seja maior que anúncios em geral.

Assim, é possível que o consumidor que está interessado no seu produto não se esqueça da oferta do seu site tão cedo.

E-mail Marketing

Outra forma de fazer remarketing é utilizando técnicas de e-mail marketing. Nesse caso, é preciso um planejamento mais completo e consciente, visto que será baseado na sua lista de leads, bem como nas ações que foram realizadas no seu site.

Podemos citar como exemplos dessas ações:

  • Inscrição no mailing do blog;
  • Solicitação de um cupom de desconto;
  • Compras acima de um certo valor;
  • Seleção de itens para o carrinho de compra, mas sem efetivação de pagamento;
  • Download de algum material rico (e-book, infográfico, planilha, dentre outros).

A ideia aqui é segmentar leads e clientes de modo eficiente para fazer a campanha certa. Inclusive, é possível trabalhar isso com clientes que já fizeram uma compra, sugerindo que adquiram outros produtos ou serviços. Podemos dizer que isso nada mais é do que um pós-venda eficiente, fortalecendo também a experiência do cliente.

Mas, afinal, como fazer uma campanha de Remarketing de sucesso?

Agora que você já sabe o ponto de partida e de chegada do remarketing, chegou a hora de traçar o caminho. Podemos dizer que o sucesso das campanhas depende da união entre aspectos técnicos e insights muito criativos. Veja o passo a passo:

Utilize ferramentas de monitoramento

O primeiro passo para criar uma campanha de remarketing ideal é instalar as ferramentas de monitoramento, como, por exemplo, o Google Analytics (integração com Google Ads) e o Facebook Ads. 

Dentro das duas plataformas é possível ativar os pixels de monitoramento para o seu site. Com isso, as ferramentas passarão a acompanhar todos os usuários que entram no seu site.

Crie os públicos de remarketing

Depois que você ativou os pixels de remarketing, já dá para fazer a criação de públicos. Isso significa entrar nas plataformas de anúncios e montar grupos para as categorias do seu site. Informe também o período de monitoramento desejado. Pronto. Todos os usuários que entrarem nas determinadas páginas serão acompanhados. 

Uma excelente aposta é fazer um público para a sua página de carrinho de compras. Assim, dá para monitorar quem quase adquiriu algum produto do seu site, mas faltou aquele empurrãozinho. 

Faça anúncios

Nesta etapa, você precisa criar os anúncios para os públicos. Para isso, primeiramente, é fundamental conhecer perfeitamente a sua persona. Ou seja, não basta saber a idade, o gênero e as preferências dela, é necessário ir além. 

Procure identificar quais são as objeções de compra e quais os problemas que os seus serviços ou produtos podem solucionar daquela pessoa.

Explore diferentes formatos

Se você nunca fez campanhas de anúncio para os seus clientes, é claro que ainda não sabe quais formatos funcionam melhor. Então, uma boa saída é explorar as variações. 

No Facebook Ads, as propagandas podem ser em forma de: imagem única, carrossel de fotos, vídeo único, apresentação multimídia, canvas e coleção. Na própria ferramenta também é possível realizar testes A/B.

Use gatilhos mentais e CTA

Você sabia que o marketing digital também utiliza gatilhos mentais? Eles são muito importantes para auxiliar na persuasão e aumentar o poder de convencimento. Na mente humana, os gatilhos funcionam como fatores decisórios e instantâneos para as compras. 

Um dos mecanismos mais conhecidos, por exemplo, é o da escassez. Ou seja, mostrar que determinada promoção e desconto são por tempo limitado. 

Conclusão

Deu para perceber o quanto o remarketing é um recurso importante para as marcas que precisam divulgar os seus serviços e produtos pela internet, não é mesmo? Essa prática ajuda a trazer cada vez mais consumidores que se interessam pela suas ofertas.

Gostou do nosso artigo? Não esqueça de deixar o seu feedback nos comentários.

Compartilhe

Comentários

CONTEÚDOS SEMANAIS DE QUALIDADE SOBRE PERFORMANCE PARA MELHORAR O SEU NEGÓCIO, CADASTRE-SE:

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Mais acessadas

trabalho home office dicas de como fazer direito
design-e-seo-webshare

Desenvolvido por WebShare - Estratégia e Resultado   © Copyright – WebShare Estratégia e Resultado – Todos os direitos reservados

Comentários