seo-on-page-como-fazer-direitowebshare

Seo On Page: 8 práticas comuns que estão levando seu site à ruína

Seo On Page é um bicho de sete cabeças para você? Só de ouvir falar na palavra otimização sente um frio na barriga? Está desistindo de incluí-la na estratégia, por não encontrar um conteúdo que explique claramente o que é Seo On Page e como fazer direito?

Os nossos adorados motores de busca amam quando os sites e blogs seguem algumas regrinhas. Eles gostam tanto, que promovem uma espécie de concurso e colocam no topo do ranking da SERP apenas aqueles que consideram realmente seguir à risca suas diretrizes.

E se você pensa que eles não conhecem todo o tipo de malandragem, abandone esta ideia já! Não dá para enganá-los. Eles sabem exatamente quando uma página está “otimizada demais”, desconfiam e o resultado é um posicionamento que não traz tráfego.

Inegavelmente, seus esforços foram por água abaixo!

Como especialista em Google, a WebShare separou um conteúdo super completo, para você nunca mais ter dúvidas ou receio ao aplicar SEO On Page.

Primeiramente, entenda o que pode estar dando errado. Vem com a gente! 

Sumário:

  • Seo On Page: 8 práticas comuns que estão levando seu site à ruína
  • Blogs e sites escancaram essas más práticas de SEO On Page
  • SEO On Page: modo de fazer (direito)
  • SEO On Page: checklist obrigatório
  • Uma dica de ouro sobre SEO On Page
  • Concluindo e convidando…

Blogs e sites escancaram essas más práticas de SEO On Page

seo-on-page-ruim-webshare

Comece a pesquisar blogs e sites aleatórios. Facilmente você identificará, se não algumas, todas as características que mencionaremos a seguir. 

E para começar a entender o que não vai bem em sua estratégia de SEO On Page, veja só o que costumamos encontrar por aí. 

#1 Title Tags sem coerência e deficientes de palavra-chave

Muitos sites e blogs não descrevem claramente o conteúdo de suas páginas neste elemento HTML fundamental. Além disso, não posicionam a palavra-chave foco de forma coerente, prática importante para o ranqueamento. 

Colocar o mesmo título em todas as páginas do site e escrever uma lista de assunto, ao invés de priorizar uma única temática lógica, também são falhas comuns.

#2 Otimização exagerada, pretendendo burlar regras dos motores de busca

Palavra-chave de foco repetida diversas vezes ao longo do corpo do texto, em subtítulos, em text alt de imagens… ao fazer a leitura do conteúdo, o algoritmo dos motores de busca não classificará uma página excessivamente otimizada.

É que eles entendem que estão tentando passá-los para trás com conteúdo de baixa qualidade.

#3 Zero preocupação com a usabilidade

Distribuição confusa do conteúdo, não permitindo aos visitantes uma boa experiência de navegação é bem frequente. Por não serem intuitivas, essas páginas são abandonadas rapidamente.

#4 Falta de responsividade em tempos de diversidade de telas

Esse é um aspecto analisado pelo Google e ele sabe exatamente quando o site não atende às suas expectativas. Uma mesma página precisa de um design adequado para os mais diferentes dispositivos.

#5 Conteúdo pobre e mal escrito

Infelizmente, é corriqueiro encontrarmos péssimos artigos que pecam em profundidade, ortografia, pontuação e REVISÃO. Além disso, não necessariamente em Blogs, os conteúdos de apresentação geral de alguns sites erram em linguagem, contexto e apresentam descrições genéricas de produtos e serviços. É inestimável o tempo desperdiçado ao produzir conteúdo ruim.

#6 Link Building para conteúdo interno

Muitos sites deixam de aproveitar conteúdos já publicados e, até mesmo, estreitar a relação com o visitante através de uma página de contato. A construção de links é valiosa para o SEO de forma geral, mas On Page significa que o visitante está sendo convidado a conhecer melhor determinada marca e a passar mais tempo navegando dentro do site.

#7 Lentidão ao carregar uma página

Páginas que carregam em poucos segundos são as queridinhas. Enchê-las de plugins e scripts pesados não é um bom negócio. 

#8 URL nada simpática

Estamos falando de uma sequência sem fim de caracteres e códigos ilegíveis. Uma URL sem a palavra-chave é igual a chance de SEO desperdiçada para o ranqueamento.

SEO On Page: modo de fazer (direito)

Para qualquer conteúdo pesquisado, os mecanismos de busca exibem milhares de possibilidades. Todavia, somos capazes de apostar que, ao procurar respostas, você nunca passou da segunda SERP. Acertamos!? Aliás, em uma pesquisa rápida aqui na Agência mesmo, constatamos que ninguém costuma passar da primeira. 

Não é por acaso que a WebShare semanalmente vem ao Blog lhe encher de informações riquíssimas. E hoje você finalizará essa leitura com as armas certas para fazer SEO On Page realmente eficiente.

Entretanto, não esqueça deste lembrete: seja inovativo, teste tudo o que puder e remodele sempre suas estratégias de Search Engine Optimization

SEO On Page: checklist obrigatório

A PALAVRA-CHAVE DE FOCO PERFEITA

É aquela que tem bom volume de buscas e baixa dificuldade de ranqueamento. 

Existem ferramentas que auxiliam a encontrá-la, bem como dão insights sobre variações dela que podem ser adicionadas às copys. 

Ela precisa estar em título, subtítulos, url, title tag, meta descrição, text alt, resumo e corpo dos textos de forma muito natural.

Cuidado! Não infeste seus conteúdos com a sua palavra-chave. Em marketing digital, chamamos isso de “spammar”, e os buscadores já são inteligentes o suficiente para entender a malandragem.

Embora não haja certeza de quantas palavras-chave sejam apropriadas, os mecanismos não gostam de exageros. Um plugin de SEO lhe ajuda a saber quando você abusou na dose. 

TITLE TAG CHAMATIVA E PERSUASIVA

Ela aparece nada menos que nos resultados da pesquisa do motor de busca.

É o ponto de contato entre o seu conteúdo e o visitante, no qual ele decide se clica ou não. 

Obviamente, a Title Tag vai conter sua palavra-chave de foco, acompanhada de outras palavras-chave que, juntas, façam sentido e sejam coerentes com o tema abordado naquela página.

Seja INFORMATIVO na sua Title Tag. Por mais que você queira ranquear, pense em cativar seu leitor e não o Google.

Ah, e atente-se ao limite de caracteres – no máximo 70, tá bom!?

TEMÁTICA ATRATIVA, DE ACORDO COM AS PERSONAS

A premissa dos mecanismos de busca…

…é responder uma pergunta, com os conteúdos mais assertivos que existem na internet. 

Para que o público certo queira entrar em contato com a sua marca, entregue valor e estimule reações. Faça promessas, mas cumpra todas. Chame para a ação. Mostre o seu melhor e atraia mais leads.

Em tempo! 

Para tudo isso acontecer de modo a gerar resultados concretos e positivos, você precisa conhecer suas personas. Ah, e o tamanho do conteúdo é relativo, viu!?

CONTEÚDO ORGANIZADO E QUE FAÇA SENTIDO

Você utiliza as Headings (H1, H2, H3…)?

O Google simplesmente ama organização, e elas são responsáveis por dividir – hierarquicamente – todo o conteúdo. Ajudam na legibilidade, tornando a leitura mais agradável.

Bônus 1: Não esqueça de adicionar sua palavra-chave de foco em alguns subtítulos.

Bônus 2: Utilize a H1 em seu título (interno, que pode ser diferente da Title Tag) e apenas uma vez. Para as demais, ordene seu raciocínio com bom senso, de acordo com a relevância de cada seção. 

IMAGENS E VÍDEOS OTIMIZADOS

Você pode dar uma ajudinha ao Google…

Para o SEO On Page, essa é uma tática essencial, pois você concorre a ranquear na SERP de imagens. Mas “o que eu preciso fazer?”, você deve estar se perguntando! 

Otimize o nome do arquivo, o título, o texto alternativo e legenda de acordo com o assunto tratado na página. Separe as descrições por hífens e não utilize caracteres especiais. O ideal para o tex alt são, no máximo, sete palavras. É importante que a sua palavra-chave esteja posta estrategicamente nestes atributos.

Exemplo:

  • Título da imagem: agua-com-gas
  • Text Alt: agua-com-gas-causa-pedras-nos-rins
  • Legenda: agua-com-gas-costuma-ser-um-dos-principais-viloes-quando-o-assunto-e-saude-ela-e-responsavel-por-muitos-casos-de-pedras-nos-rins

Ah, e se os seus vídeos estiverem no Youtube, não esqueça de promover SEO por lá também. Ok!?

Mas, atenção! O tamanho das imagens influencia no tempo de carregamento de uma página. Claro que elas precisam ter qualidade, mas não podem ser enormes e pesadas. Recorde que um site rápido contribui para a experiência do usuário, um dos pontos observados pelos mecanismos de busca.

META DESCRIÇÃO CLARA

Por que o leitor deve acessar o seu conteúdo? 

É isso o que a Meta Description ou Meta Descrição informa aos usuários. Ela é sinônimo de atração de tráfego qualificado, o que conta muitos pontos para uma boa classificação.

Por não ser um fator direto de ranqueamento, muita gente ignora essa importante tag do código HTML. Apesar da Meta Descrição não ser exatamente relevante para algoritmos e robôs, é um divisor de águas entre o leitor clicar no link ou não.

É o seu momento de ser atrativo em mais palavras do que sua Title Tag pode conter. Complemente as informações com o objetivo de encantar os usuários. Venda seu peixe de forma sucinta e convença-os a entrar e consumir seu conteúdo.

Lembre-se!

Produza uma meta descrição e uma Title Tag para cada página. Não duplique, triplique, quadruplique… fazendo isso, seu conteúdo não será ranqueado.

E ela também tem limite de caracteres – 155 a 160!

LINKAGEM PARA OUTRAS PÁGINAS

Internas e externas!

Fazer Link Building interno leva seus visitantes a permanecerem mais tempo em seu site e consumirem seus conteúdos. Quando você aponta backlinks para conteúdos externos, que sejam de autoridade e qualidade, o Google associa seu conteúdo como confiável, indicando seu material ao leitor.

Em ambos os casos, utilize âncoras que façam sentido para o conteúdo linkado. 

Está mais do que comprovado que essa estratégia é a cereja do bolo do SEO.

SITEMAP É IMPORTANTE

E faz muita diferença!

Facilitar a vida dos robôs de busca é a nossa missão. O sitemap.xml aumenta exponencialmente as chances de suas páginas serem reconhecidas, e deixa o tempo de indexação menor.  

SITEMAP é o MAPA DO SITE!

Ou seja, basicamente lista TODAS AS URLS do site tornando a navegabilidade mais qualificada.

Quando você o entrega para os motores de busca, está dizendo que preocupa-se com qualidade e autoridade. 

EXPERIÊNCIA DE NAVEGAÇÃO NOTA MIL

 Podemos traduzi-la por: 

  • design responsivo, adaptando o conteúdo para todos os tamanhos de tela;
  • navegação intuitiva e direta, com uma arquitetura que possibilite ao visitante atingir seu objetivo facilmente e em pouco cliques;
  • tempo rápido de carregamento –  sem dúvidas, em poucos segundos.

Tudo isso em prol de uma experiência do usuário INCRÍVEL. Junto ao conteúdo, ela ajuda o Google a definir se o seu site vale a pena ranquear ou não.

NÃO ESQUEÇA DA URL

A expressão “URL amigável” é bonitinha, não é mesmo!?

Ou seja, uma Slug diferente para cada uma delas. Sua intenção é ser encontrado, né!?

Isso quer dizer que você deve ter o cuidado de descrever na Slug de sua URL o tema tratado na página.

Seja conciso: utilize sua palavra-chave de foco e complemente (se quiser) com algo que esclareça ainda mais ao motor de busca que tipo de tópico você está abordando. Seu SEO On Page não estará completo sem essa estratégia muito importante.

Outro alerta! Tal qual as imagens, a Slug também deve ser separada por hífens e nada de caracteres especiais. 

Uma dica de ouro sobre SEO On Page

seo-on-page-dica-boa-webshare

Você tem o poder de controlar tudo aquilo que está dentro do seu site. Tire muito proveito disso! Os motores de busca têm suas regras, mas você pode ser mais esperto – e para isso não é necessário tentar “passar a perna” neles.

Mantenha-se sempre atualizado, tendo em vista que os algoritmos de classificação estão em constante modificação. Dispense uma parte considerável dos seus esforços para olhar para os seus conteúdos e estrutura. 

Faça atualizações (melhorias) naquilo que já está pronto

Não deixe seus conteúdos envelhecerem e serem esquecidos, pois em cada um deles foram inseridas duas coisas valiosas: sua dedicação e seu tempo.

Concluindo e convidando…

A gente costuma colocar dicas rápidas em nosso Facebook e em nosso Instagram sobre otimização e tudo mais a respeito do universo do marketing digital. Depois de ler esse artigo, não deixe de nos seguir e conferir todo o conteúdo bacana que temos por lá.  

Você também pode entrar em contato com o nosso time de especialistas em Google. Conosco você dominará o topo das SERPs com SEO On Page e alavancará seus resultados de forma muito mais eficiente.  

Compartilhe

Comentários

CONTEÚDOS SEMANAIS DE QUALIDADE SOBRE PERFORMANCE PARA MELHORAR O SEU NEGÓCIO, CADASTRE-SE:

Mais acessadas

Desenvolvido por WebShare - Estratégia e Resultado   © Copyright – WebShare Estratégia e Resultado – Todos os direitos reservados

Comentários